Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Investigação contra Fernando Bezerra Coelho vai para primeira instância

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin encaminhou o inquérito que investiga o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) para a Justiça pernambucana. A investigação que estava sob a relatoria de Fachin foi aberta em desdobramento da Operação Lava Jato, em agosto do ano passado, a partir das delações da Odebrecht.

De acordo com o portal G1, o ministro recomendou celeridade na apuração do inquérito. O senador nega as suspeitas de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O relator da Lava Jato entendeu que a 4ª Vara Federal Criminal de Pernambuco é quem deverá continuar as investigações para apurar a acusação de que Fernando Bezerra Coelho teria recebido propina da Odebrecht e da OAS quando ocupou o cargo de Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, entre 2007 e 2010.

Para o Ministério Público Federal (MPF), enquanto era secretário de estado, Bezerra Coelho recebeu propina de R$ 2 milhões durante o processo licitatório da construção do Cais V e do píer petroleiro do Porto de Suape, no Pernambuco. Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), 60% do valor teria sido pago pela Odebrecht e os outros 40% pela OAS.

Fachin já havia declinado competência de outro inquérito, também ligado à Lava Jato, que investiga o senador pernambucano. O ministro Ricardo Lewandowski também já encaminhado outro procedimento de investigação contra Bezerra Coelho para a primeira instância. O senador ainda é alvo de outros dois inquéritos tramitando no STF, um deles em que é investigado ao lado do também senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Mais da metade do Senado é acusada de crimes. Veja a lista atualizada dos investigados

Continuar lendo