Bolsonaro nega reforma ministerial: “Governo está indo bem”

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) negou nesta sexta-feira (22) que planeja substituir os atuais ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e da Educação, Abraham Weintraub.

> Bolsonaro transfere Cultura para o Turismo e aumenta poder de ministro denunciado

A negativa acontece um dia após o site Vortex noticiar que o militar pretender fazer uma reforma ministerial, com a troca dos três. Segundo a reportagem, a data da substituição não está definida.

No Twitter, Bolsonaro afirmou que "não existe qualquer reforma ministerial a caminho" e afirmou que o governo está indo "muito bem, apesar dessa banda podre da imprensa".

"De acordo com minha agenda, que é pública, um veículo de imprensa qualquer faz sua análise e divulga suas mentiras. Outros órgãos replicam a 'notícia' com o intuito de passar a mensagem de que no Governo impera a desordem", disse na rede social.

O assunto da reforma ministerial também foi abordado na porta do Palácio da Alvorada, nesta manhã. De acordo com o Uol, o presidente negou a troca dos ministros e afirmou que a reportagem teria a intenção de "dizer que o governo bate cabeça".

"Os números dizem o contrário. A gente está bem na economia, está bem na educação, está bem na defesa, tudo foi descontingenciado. Qual a intenção disso? Se eu afundar, afunda o Brasil todo", afirmou.

> Reforma da Previdência já é alvo de quatro ações no STF

> CPI do Óleo será comandada por deputados do Nordeste

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!