Bolsonaro fala em demitir Joaquim Levy e diz que presidente do BNDES está com “cabeça a prêmio”

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (15) que o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, “está com a cabeça a prêmio há algum tempo”. Levy foi ministro da Fazenda durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, do PT, e assumiu o banco público com apoio de Paulo Guedes, ministro da Economia do governo Bolsonaro

Bolsonaro falou com jornalistas quando deixava o Palácio da Alvorada para a Base Aérea de Brasília, de onde embarca para agenda no Rio Grande do Sul: “Estou por aqui com o Levy”, afirmou o presidente

O motivo do descontentamento, disse Bolsonaro, foi a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor de Mercado de Capitais do BNDES. Pinto também trabalho na gestão do PT. “Eu já estou por aqui com ele [Levy] e falei para ele ‘demita esse cara na segunda-feira ou eu demito você sem passar pelo Paulo Guedes, governo tem de ser assim, quando bota gente suspeita em cargos importantes e essa pessoa já vem há algum tempo não sendo leal àquilo que foi combinado, então ele está com a cabeça à prêmio já tem algum tempo”, disse Bolsonaro.

Com informações da Agência Brasil

>>General Santos Cruz é demitido por Bolsonaro

>> Vídeo: Heleno chama Lula de canalha e fala em prisão perpétua para o ex-presidente 

>>Nova CPI do BNDES já tem elementos para pedir indiciamentos, diz relator

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!