Bolsonaro anuncia major da PM para o lugar de ministro que vai presidir os Correios

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nomear nesta sexta-feira (21) o subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Jorge Antonio de Oliveira, para a Secretaria-Geral da Presidência. O novo ministro deve acumular o cargo. Ele será o terceiro a ocupar a pasta desde o início do governo. O até então titular, general Floriano Peixoto, já havia sucedido Gustavo Bebbiano. Floriano foi deslocado para a presidência dos Correios, onde terá a "missão" - na palavra de Bolsonaro - de preparar a privatização da estatal.

Jorge Antonio é major da Polícia Militar do Distrito Federal, foi chefe de gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e assessor jurídico do próprio presidente na Câmara. “É uma pessoa que me acompanha há dez anos. É uma pessoa afeita à burocracia. Desejo boa sorte e temos plena confiança no trabalho dele”, disse Bolsonaro ao confirmar o nome do novo ministro.

O presidente reiterou a intenção de privatizar os Correios. De acordo com ele, Floriano Peixoto fará o “melhor possível” para que a estatal seja “motivo de orgulho" para os brasileiros. O presidente declarou ainda que o novo presidente dos Correios vai avaliar a situação do fundo de pensão da empresa, o Postalis. Floriano Peixoto Vieira Neto é general-de-divisão da reserva e integrou a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

> Bolsonaro anuncia estudo para privatizar Correios e chama empresa de “foco de corrupção” da era PT

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!