PF inclui tabela de 1998 com possíveis pagamentos a Temer em relatório de inquérito, diz jornal

 

A Polícia Federal anexou à investigação do decretos dos portos, em um relatório preliminar, uma tabela de 1998 que sugere pagamentos ilícitos ao presidente Michel Temer (MDB) por empresas que operavam no Porto de Santos, em São Paulo. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o relatório preliminar apresentado pela PF considera a planilha, apresentada às autoridades nos anos 1990, relevante para as investigações em curso por conter possíveis referências a “quase todos os atores” do inquérito.

<< Temer responde à PF sobre favorecimento a empresa em decreto dos portos

A investigação que originalmente incluía a tabela foi arquivada em 2011, quando Temer virou vice da ex-presidente cassada Dilma Rousseff (PT). Além do emedebista, a tabela também faz referência, de acordo com a PF, ao amigo de Temer, o coronel aposentado da PM João Baptista de Lima Filho, que seria identificado pela letra L. Michel Temer seria o MT, a quem o papel indica possíveis pagamentos da Libra e da Rodrimar, empresa que é investigada no inquérito aberto no ano passado, após as delações da JBS.

O relatório ainda será analisado pelo delegado Cleyber Lopes, encarregado do andamento do inquérito na PF. Caso ele concorde com a sugestão dos policiais federais de incluir a tabela, caberá ainda à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a decisão de incluir o anexo ao inquérito em tramitação no Supremo.

<< Leia a íntegra da reportagem da Folha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!