PF aumenta efetivo policial para segurança das campanhas presidenciais

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rogério Galloro, reuniu-se neste sábado (8) com coordenadores das campanhas dos candidatos à Presidência. O encontro foi realizado para discutir a segurança nos atos de campanha.

Após o ataque ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) na quinta-feira (6), esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), o nível de alerta foi elevado pela PF.

Com isso, aumentará o efetivo policial colocado à disposição das equipes de segurança das campanhas, segundo informou o órgão.

A escolta de policiais federais para presidenciáveis aumentará de 21 para 25 policiais por candidato. A distribuição diária do efetivo será definida conforme a agenda dos candidatos.

O convite da PF foi enviado aos comitês de campanha dos candidatos que solicitaram proteção. Participaram do encontro representantes de Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). Nenhum representante do PSL, partido de Bolsonaro, compareceu à reunião.

Com informações da Agência Brasil.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!