Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Marcos Palmeira diz que “não é o momento” para ser vice de Marina

Cotado durante os últimos dias como nome para compor a chapa presidencial de Marina Silva (Rede), o ator Marcos Palmeira afirmou que “não é o momento” para concorrer às eleições ao lado da correligionária. Filiado ao partido da ex-senadora desde 2010, o ator afirmou ao jornal Folha de S. Paulo nesta segunda-feira (30) que até parou para refletir sobre a possibilidade, mas não acredita ser o momento.

Marcos Palmeira, presidente do Fla e economista podem ser vice de Marina

Na última sexta-feira (27), a hipótese de Marcos Palmeira ser vice da presidenciável foi confirmada pelo porta-voz da Rede, Pedro Ivo Batista. Além do ator, outros nomes cogitados são o do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, e o do economista Ricardo Paes de Barros.

“Me deixou super-honrado ver que eles conseguem me enxergar nessa posição, mas não é o momento. Estou apoiando Marina, mas não tenho pretensão de ocupar cargo”, afirmou Palmeira à Folha. Ele disse ainda que não se vê como vice e que há pessoas mais capacitadas para a posição, como Bandeira de Mello, que afirmou ser “um cara interessante” para compor a chapa.

Os três nomes passaram a ser ventilados após o deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) decidir concorrer ao Senado. Um dos mais próximos aliados de Marina, Miro era uma indicação natural para a composição da chapa – o deputado é um dos mais experientes do Congresso e já exerceu 11 mandatos não consecutivos.

Leia a íntegra da reportagem da Folha de S. Paulo

Continuar lendo