Lula e Bolsonaro lideram interações nas redes sociais, seguidos de Amoêdo

Líderes nas pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais, os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Lula (PT) também têm a maior média de engajamento no Facebook. Em terceiro lugar vem João Amoêdo, candidato do partido Novo. Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) ficaram atrás, com resultados pouco expressivos.

O levantamento foi feito pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que analisou as postagens dos presidenciáveis de 7 de julho a 6 de agosto. Leia a íntegra aqui.

Durante o período analisado, Bolsonaro recebeu, em média, 111.590 interações por postagem, enquanto Lula obteve 111.405. Os dois aparecem quase empatados. Amoêdo, que vem logo em seguida, conseguiu 43.453 interações em média.

O estudo mostra que, entre os demais presidenciáveis, o uso do Facebook ainda é “pouco expressivo”. Em quarto lugar aparece Alvaro Dias (Podemos), seguido da ex-senadora Marina Silva. O ex-ministro Ciro Gomes e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin ficaram atrás do candidato do Psol, Guilherme Boulos. No final da lista aparecem o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB).

Segundo relatório da FGV, a decisão do desembargador plantonista Rogério Favreto (TRF-4) que concedeu habeas corpus a Lula em 8 de julho foi responsável pela maior repercussão nas páginas dos presidenciáveis, tanto favoráveis ao ex-presidente quanto para os opositores.

“Parte representativa dos engajamentos obtidos por Lula e Bolsonaro deriva de publicações que abordam a reviravolta na situação do petista ao longo daquele domingo, 8 de julho”, diz trecho do estudo.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, conseguiu impulsionar as interações em sua página depois que foi lançado como vice-presidente na chapa do PT e possível substituto de Lula no último domingo (5). O estudo mostrou que, nas últimas quatro semanas, o petista apresentou, em média, 5.509 interações por postagem. Já na primeira semana de agosto, o engajamento de Haddad foi de 11.507 interações. “Esse aumento deveu-se muito à divulgação de que foi o escolhido como o vice de Lula, e não ainda demonstra tendência de crescimento no Facebook”.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!