Datafolha: Bolsonaro é o único a crescer e vai a 35%; Haddad tem 22%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (4) mostra que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi o único a crescer em relação ao levantamento anterior. O militar foi de 32% para 35%. O candidato do PT, Fernando Haddad, segue em segundo lugar, com 22%, uma oscilação de um ponto percentual para cima, em relação à pesquisa anterior, quando pontuou 21%.

Ciro Gomes (PDT) manteve 11% e Geraldo Alckmin (PSDB) foi de 9% para 8%. A candidata da Rede, Marina Silva, ficou estável com 4% das intenções de voto.

Se considerados apenas os votos válidos, quando são excluídos da amostra os votos brancos, nulos e os eleitores indecisos, a pontuação de Bolsonaro é de 39% e a de Haddad, 25%. Ciro pontua 13%, Alckmin tem 9%, e Marina, 4%.

O Datafolha entrevistou 10.930 eleitores nos dias 3 e 4 de outubro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02581/2018. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

Leia os resultados completos:

Jair Bolsonaro (PSL): 35%

Fernando Haddad (PT): 22%

Ciro Gomes (PDT): 11%

Geraldo Alckmin (PSDB): 8%

Marina Silva (Rede): 4%

João Amoêdo (Novo): 3%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Alvaro Dias (Podemos): 2%

Cabo Daciolo (Patriota): 1%

Guilherme Boulos (Psol): 0%

João Goulart Filho (PPL): 0%

José Maria Eymael (DC): 0%

Vera Lúcia (PSTU): 0%

Branco/nulo: 6%

Não sabe/não respondeu: 5%

Simulações de segundo turno

Em um cenário entre Bolsonaro e Haddad, o capitão reformado tem 44% contra 43% do petista. Os dois estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro. Brancos e nulos somam 10% e não souberam responder, 2%.

No cenário com Ciro e Bolsonaro, o pedetista venceria com 48%, seis pontos percentuais a mais que o deputado, que pontuou 42%. Brancos e nulos somam 9% e não souberam responder, 2%.

Alckmin empata com 43% contra 42% de Bolsonaro. Neste cenários, brancos e nulos somam 13% e não souberam responder, 2%.

Se o segundo turno for entre Alckmin e Haddad, o tucano pontua 42% e o petista tem 38%. Brancos e nulos somam 17%. Não souberam responder, 3%.

Rejeição

Bolsonaro continua sendo o candidato mais rejeitado pelos eleitores. Quando perguntados em quem não votariam de jeito nenhum, 45% dos entrevistados mencionam o militar. Haddad vem logo abaixo, com rejeição de 40%. Marina é rejeitada por 28%, e 24% dos entrevistados não votariam de jeito nenhum em Alckmin. A rejeição de Ciro é de 21%.

Leia os resultados da taxa de rejeição de todos os candidatos:

Jair Bolsonaro (PSL): 45%

Fernando Haddad (PT): 40%

Marina Silva (Rede): 28%

Geraldo Alckmin (PSDB): 24%

Ciro Gomes (PDT): 21%

Henrique Meirelles (MDB): 15%

Guilherme Boulos (Psol): 14%

Cabo Daciolo (Patriota): 14%

Vera Lúcia (PSTU): 13%

Alvaro Dias (Podemos): 13%

José Maria Eymael (DC): 12%

João Amoêdo (Novo): 11%

João Goulart Filho (PPL): 11%

Não votaria em nenhum: 2%

Poderia votar em todos: 2%

Não sabe/não respondeu: 4%

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!