Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Bolsonaro não apresenta sinais de infecção, informa boletim médico

O  candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, não apresenta sinais de infecção, segundo boletim médico (íntegra) divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein no início da noite deste sábado (8).

O texto também informa que Bolsonaro caminhou por cinco minutos no quarto, com o auxílio de fisioterapeuta, enfermeira e médica, além de passar 30 minutos sentado na poltrona. Foi a primeira vez que o candidato fez esses movimentos desde o ataque sofrido na quinta-feira (6).

Agressor de Bolsonaro é transferido para presídio de segurança máxima

Segundo a equipe médica, o tempo de caminhada do capitão da reserva aumentará gradualmente nos próximos dias "conforme a tolerância do paciente às atividades".

"Essas medidas têm objetivo de reduzir os riscos de trombose, complicações pulmonares e acelerar a recuperação do funcionamento do intestino", afirma.

Boletim divulgado mais cedo informou que os exames realizados no paciente apresentaram resultados estáveis e que o candidato se encontra em boa condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção. Também esclarece que Bolsonaro mantém jejum oral, "recebendo nutrientes por via endovenosa".

Ataque a Bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), candidato à Presidência, foi esfaqueado na tarde da última quinta-feira (6), enquanto participava de um ato de campanha na cidade de Juiz de Fora (MG).

Presidenciáveis repudiam ato de violência contra Bolsonaro

“Parecia uma pancada na boca do estômago. A dor é insuportável”, diz Bolsonaro

O político foi operado no mesmo dia, e na sexta-feira foi transferido ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!