Bolsonaro e Haddad estão em empate técnico, segundo pesquisa CNT/MDA

Os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) estão tecnicamente empatados (dentro da margem de erro), segundo a pesquisa MDA encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada neste domingo (30).

O capitão reformado aparece numericamente à frente, com 28,2% das intenções de voto. Dentro da margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, Bolsonaro tem de 26% a 30,4%. Haddad pontua 25,2% da preferência dos entrevistados. Se considerada a margem de erro, o petista vai de 23% a 27,4%.

Os dois candidatos lideram as pesquisas isolados. Ciro Gomes, do PDT, que aparece em terceiro lugar, tem 9,4%, e está em empate técnico com o candidato tucano, Geraldo Alckmin (7,3%).

Marina Silva (Rede) aparece com apenas 2,6% das intenções de voto, e está embolada os demais candidatos: João Amoêdo, do Novo (2%); Henrique Meirelles, do MDB (2%); Alvaro Dias, do Podemos (1,7%); Cabo Daciolo, do Patriota (0,7%); Guilherme Boulos, do Psol (0,4%); Vera, do PSTU (0,3%); José Maria Eymael, do DC (0,1%); e João Goulart Filho, do PPL (0,1%). Brancos e nulos somam 11,7% e indecisos são 8,3% dos entrevistados.

A pesquisa CNT/MDA entrevistou 2.002 pessoas de 27 a 28 de setembro em 137 cidades de 25 unidades da federação. O nível de confiança é de 95%, com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-03303/2018.

Simulações de segundo turno

O levantamento simulou seis cenários de segundo turno. Bolsonaro ganha apenas quando confrontado com Alckmin e perde de Haddad e de Ciro. Este último vence em todas as simulações e é o único que venceria o candidato do PT no segundo turno. Eis os resultados:

Ciro 42,7% X 35,3% Bolsonaro

Branco/nulo: 17,8%

Indeciso: 4,2%

Haddad 42,7% X 37,3% Bolsonaro

Branco/nulo: 16,1%

Indeciso: 3,9%

Bolsonaro 37% X 33,6% Alckmin

Branco/nulo: 25,1%

Indeciso: 4,3%

Ciro 34% X 33,9% Haddad

Branco/nulo: 26,9%

Indeciso: 5,2%

Ciro 41,5% X 23,8% Alckmin

Branco/nulo: 29,1%

Indeciso: 5,6%

Haddad 39,8% X 28,5% Alckmin

Branco/nulo: 26,4%

Indeciso: 5,3%

Potencial de voto

Os entrevistados também responderam sobre a possibilidade de votar nos quatro candidatos mais bem colocados na pesquisa de intenção de voto: Bolsonaro, Haddad, Ciro e Alckmin.

Ciro Gomes teve a maior pontuação de potencial positivo, quando a pergunta é se determinado é o único em quem o entrevistado votaria. O pedetista tem 55,1%. Ciro também é o menor rejeitado, com 37,1% de eleitores que não votariam nele de jeito nenhum. Entre o eleitorado, Ciro é desconhecido por 4,5%, segundo a pesquisa. Os que não souberam ou não responderam somam 3,3%.

O potencial positivo de Haddad é de 46,6% e a rejeição é de 37,1%. O petista é desconhecido por 2,6% dos eleitores. Não souberam ou não responderam somam 2,6%.

Alckmin é o único candidato em que 41,2% dos entrevistados votariam. A rejeição ao tucano é de 52,8% e o desconhecimento é de 2,7%. Não souberam ou não responderam somam 3,3%.

O candidato de menor potencial positivo (ou seja, em quem os eleitores votariam com certeza ou poderiam votar) é Bolsonaro, com 41%. Sua rejeição é a maior entre os quatro candidatos testados. Somam 55,7% aqueles que não votariam de jeito nenhum no militar. Bolsonaro tem o menor grau de desconhecimento: 1,5% dos entrevistados não conhecem, não sabem quem é ou nunca ouviram falar do candidato do PSL. Não souberam ou não responderam 1,8%.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!