Artistas anunciam voto em presidenciáveis. Veja quem vota em quem

Devido ao limite de gastos imposto às eleições deste ano, de forma a impedir campanhas bilionárias, ficaram para trás os comícios que os principais candidatos promoviam como grandes shows musicais. Protagonizados por estrelas da música popular brasileira, eram um atrativo a mais para o público eleitor. Hoje, o apoio ganha as redes sociais e se limita, na maioria das vezes, à gravação de vídeos ou à postagem de imagens em plataformas como Instagram, Twitter e Facebook.

Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) despontam entre os candidatos à presidência da República com mais apoiadores famosos declarados. Em 21 de setembro, por exemplo, Haddad viu a publicação de um manifesto assinado por artistas (músicos, escritores, cineastas etc) e profissionais de outras áreas em defesa de sua candidatura.

Entre os mais famosos a apoiar o petista – lista encabeçada por Chico Buarque, apoiador histórico do PT –, estão os atores Alessandra Negrini, Aílton Graça, José de Abreu, Paulo Betti, Lucélia Santos, Osmar Prado e as (os) músicas (os) Martinho da Vila, Ana Cañas, Beth Carvalho, Edgar Scandurra, Fernanda Takay e Otto.

Veja outros exemplos aqui:

 

Ciro Gomes

Já Ciro, que foi casado com a atriz Patrícia Pillar, tem o apoio da ex e de outros artistas famosos como Alcione, Caetano Veloso, Fagner, Ney Matogrosso, Tico Santa Cruz e Anna de Holanda, cantora e compositora que chegou a chefiar o Ministério da Cultura no governo Dilma Rousseff, irmã de Chico Buarque. No grupo dos artistas da dramaturgia, o ex-governador cearense conta com o apoio de Betty Faria, Bemvindo Sequeira, Caco Ciocler, Chay Suede, Eduardo Sterblitch, Emílio Dantas e Stênio Garcia.

Veja outros aqui...

 

...e aqui:

 

Jair Bolsonaro

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Jair Bolsonaro (PSL) também reúne uma gama variada de apoiadores, embora em menor número em relação a Ciro e Haddad. Na música, tem o apoio de Amado Batista, André Valadão, Eduardo Costa, Gustavo Lima, Lobão, Roger, Sérgio Reis e a dupla Pepê e Neném, entre outros. Entre os atores, Alexandre Frota, que também é candidato a deputado federal, e Carlos Vereza.

Veja outros exemplos:

 

Guilherme Boulos

Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), o candidato do Psol, Guilherme Boulos, é um dos que reuniram a maior quantidade de famosos do mundo da arte. Entre os artistas da música que apoiam Boulos estão Paulinho Moska, Pretinho da Serrinha e Teresa Cristina. Já o grupo da dramaturgia que anuncia voto para o psolista reúne, entre outros, Aline Moraes, Bruno Mazzeo, Gregório Duvivier, Sônia Braga, Letícia Sabatella, Paula Burlamaqui, Monica Iozzi e Wagner Moura.

Assista ao depoimento de Wagner Moura, o célebre Capitão Nascimento de "Tropa de Elite":

 

Marina Silva

Ex-ministra do Meio Ambiente de Lula (2003-2010), Marina Silva (Rede) também foi contemplada com uma diversificada e representativa carta de apoiadores famosos nestas eleições. Do mundo da música: Arnaldo Antunes, Lenine, Baby do Brasil.

Militante da Rede, Marcos Palmeira foi o mestre de cerimônias da convenção que confirmou a candidatura de Marina Silva. Foto: Léo Cabral/Rede

Da turma da dramaturgia: Bruno Gagliasso, Caio Blat, Cássia Kiss Magro, Eriberto Leão, Leandra Leal, Maitê Proença, Marcelo Serrado, Marco Nanini, Maria Fernanda Cândido e Marcos Palmeira – que, a propósito, foi o mestre de cerimônia na convenção que a lançou Marina candidata.

Veja a declaração de apoio a Maitê Proença:

 

Vera Lúcia

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, tem ao menos um artista nacionalmente famoso a lhe manifestar, se não o voto, expressamente, ao menos simpatia e certo apoio. Trata-se de Pedro Cardoso, consagrado na pele do motorista de táxi Agostinho Carrara, do humorístico "A Grande Família" (TV Globo). Em seu perfil no Instagram (foto abaixo), Pedro publicou uma foto com Vera acompanhada de um texto sobre o cenário político e sua imersão em outras correntes políticas depois da "derrocada do PT", com tom elogioso à pernambucana cientista social.

 

 

"E sobre a Vera e o PSTU: são vozes que soam de um Brasil profundo, onde a vida é diariamente difícil, onde a morte é prematura e pequenas são as chances de sobrevivência. Peço ouvidos desarmados (não narcísicos) para essas vozes", escreveu Pedro Cardoso.

Mas Pedro, na verdade, também pronunciou apoio a Ciro Gomes. No mesmo Instagram, o ator veiculou um vídeo para dizer que apoiadores de Bolsonaro o têm atacado – reclamação, aliás, cada vez mais recorrente entre artistas que não apoiam Bolsonaro, mas aparecem em imagens mentirosas como se o fizessem – por ter defendido Ciro.

"Isso me fez pensar que eles temem, mesmo, Ciro Gomes. Porque Ciro Gomes ganha no segundo turno. Por isso venho aqui insistir nessa minha opinião. Vamos tentar chegar ao segundo turno com Ciro Gomes", exorta Pedro Cardoso.

Veja:

 

Sem apoio

A reportagem do Congresso em Foco não identificou anúncio expressivo de voto de famosos, em termos de quantidade, para Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB) e João Goulart Filho (PPL). Mas João Amoêdo (Novo), por exemplo, tem intenção de voto manifestada pela atriz e cantora Alessandra Maestrini. Entre esses candidatos, chama a atenção a falta de apoio de artistas e personalidades a Alckmin, ex-aliado do senador Aécio Neves (MG) – cuja candidatura a deputado federal é considerada tóxica por correligionários.

Ex-governador de São Paulo, Alckmin viu vários de seus apoiadores famosos migrarem para nomes como Marina e Bolsonaro. Atores, músicos, escritores, cartunistas, cineastas, produtores culturais, enfim, nenhum nome conhecido foi visto anunciando voto no tucano. A própria assessoria do PSDB não aponta personalidades das artes que fizeram manifestações públicas em favor de Alckmin – em pleitos recentes, figuras como a cantora Sandra de Sá, Lima Duarte, Zezé de Camargo e Luciano, Luciano Huck, entre outros, eram votos certos para o partido.

Rejeição

Mas, se alguns perdem apoio, outros veem explodir a rejeição ao seu nome. Caso de Jair Bolsonaro, alvo central do protesto que, no último sábado (29), entrou para os anais da política como a maior manifestação feminina da história contra um candidato à presidência da República. Até a superstar Madonna entrou na corrente contra o deputado.

Veja o vídeo gravado antes do protesto:

 

As imagens do protesto contra Bolsonaro que transpôs as fronteiras do Brasil

De Sônia Braga a Madonna: mulheres repudiam Bolsonaro no Brasil e no exterior

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!