Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

PF prende banqueiro ligado a Sérgio Cabral e Eike Batista

A Polícia Federal deflagrou nova etapa da operação Hashtag, derivada da Lava Jato, no Rio de Janeiro. O principal alvo é o banqueiro Eduardo Plass, dono do TAG Bank e sócio da corretora Opus Participações. Os policiais cumprem outros dois mandados de prisão. Plass é acusado de participar do esquema de corrupção do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral em caso relacionado ao empresário Eike Batista.

Segundo as investigações, empresas em paraísos fiscais ligadas ao banqueiro foram usadas na compra de joias pelo ex-governador, no valor de US$ 40 milhões, cerca de R$ 150 milhões. Ainda de acordo com as apurações em andamento, uma conta no TAG Bank foi usada para o pagamento de US$ 16 milhões a Eike Batista, em transferência objeto da Operação Eficiência.

Plass foi sócio do banco Pactual até 2004 e deixou a instituição para abrir a Opus e o TAG Bank no Panamá. Segundo reportagem da revista Época de 2016, as investigações da Lava Jato em Curitiba e no Rio identificaram pagamentos suspeitos na conta de Eike no banco, chamado de “obscuro” pelos procuradores.

Continuar lendo