As teorias do novo presidente da Funarte sobre o rock

Novo presidente da Funarte, Dante Mantovani acredita que o rock foi uma estratégia criada pelo marxismo para destruir a moral, base da sociedade burguesa americana, ao atingir a juventude e por sua vez "desestabilizar"  as bases da sociedade capitalista. "O rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto", afirma Matovani, que ainda diz que a indústria do aborto ativa o "satanismo".

>Bolsonaro transfere Cultura para o Turismo e aumenta poder de ministro denunciado

O maestro Dante Mantovani, de 35 anos, foi nomeado presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) - órgão responsável pela criação e desenvolvimento de políticas públicas de incentivo às produções artísticas no país.

Conservador e seguidor do Olavo de Carvalho, Dante Mantovani é também youtuber. No seu canal, que conta com 7 mil inscritos, ele fala sobre música, posiciona-se politicamente, responde a perguntas de seus seguidores e elabora teorias como essa do rock.

No vídeo denominado "Qual a relação entre os Beatles e Adorno", ele fala que estilo musical foi um experimento para se "colocar em prática ideias da Escola de Frankfurt". Entre os assuntos estudados pela escola de Frankfurt, está a indústria cultural.

Na visão do maestro-youtuber, os criadores dessa linha de pensamento, ao chegarem nos Estados Unidos fugindo do nazismo, "passaram a produzir textos contra a nação americana com o intuito de desestabilizar o que eles chamavam de sociedade burguesa, sociedade de consumo, capitalista".

Para Mantovani, "a União Soviética mandou agentes infiltrados para os Estados Unidos para realizar experimentos". Ele diz ainda que esses "agentes infiltrados" atuavam na indústria fonográfica, primeiro realizando "engenharia social" nas músicas para crianças e  posteriormente para adolescentes. Seria aí que entraria o rock.

Para o mais novo integrante do governo no campo da cultura, o rock seria, então, uma ferramenta para destruir a moral das famílias americanas e por sua vez desestabilizar o capitalismo. Ele tenta até relacionar os Beatles ao satanismo. Veja o vídeo na íntegra:

Repercussão

Após a nomeação do novo presidente da Funarte políticos da oposição ao governo criticaram a nomeação nas rede sociais. A indicação de Dante Mantovani não foi a primeira a sofrer fortes críticas, na semana passada, o novo presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, também sofreu criticas. O PSOL chegou a entrar com um recurso na PGR contra a nomeação de Sérgio Camargo para assumir a fundação. Veja as principais repercussões:

 

>“Faca no pescoço”, Senado reage a taxa de Trump sobre aço brasileiro

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!